Tenho 19 anos e comecou a aparecer varizes na minha coxa. O que devo f...

Posted on

A escleroterapia é um tratamento que consiste na aplicação de um esclerosante diretamente nas pequenas veias dilatadas, os vasinhos, de modo a eliminá-las.

A primeira  corre pela lateral interna da coxa e da perna, passa pelo tornozelo e alcança o hálux, o dedo grande do pé. Pessoas de pele muito clara ou muito magras podem ter veias mais visíveis e salientes, o que não quer dizer que tenham varizes. As Veias profundas conduzem o sangue a veia cava inferior que é a maior veia de seu corpo e que faz o retorno do sangue venoso ao seu coração. Além disso, para que o sangue que está subindo não volte, existem pequenas válvulas dentro das veias que impedem que isto aconteça. No entanto, quando por diferentes motivos o sangue não consegue subir, e se acumula nas veias das pernas e pés, as veias ficam dilatadas e aparecem as varizes. Estas veias são muito freqüentes na face posterior do joelho e lateral da coxa e perna. Varizes são tortuosidades e dilatações que ocorrem nas veias das pernas e coxas e que não desaparecem espontaneamente. Essa remoção das veias, naturalmente é feitas através de pequenas incisões (cortes), que geralmente variam de 1 a 3mm de extensão, dependendo do diâmetro da veia. Caso essas pequenas válvulas falhem, o sangue reflui e causa a dilatação das veias devido ao aumento do volume sanguíneo.

O Laser pode ser usado para tratar quase todos os estágios de varizes, desde o tratamento de vasinhos (telangiectasias) até para a ablação da veia safena.

  • O que fazer: Deve ir ao médico porque o tratamento é feito engessando o pé e em alguns casos pode ser preciso fazer cirurgia. Saiba detalhes do tratamento aqui.

As varizes aparecem com mais frequência nos membros inferiores: pés, pernas e coxas.

Aproximadamente metade das pessoas com varizes tem membros da família que também possuem veias varicosas.- Idade. Isso ocorre, pois as pernas precisam sustentar mais peso e as veias têm mais trabalho para conseguir fazer com que o sangue volte ao coração. O sangue chega às pernas pelas artérias e sobe de volta ao coração pelas veias. As pequenas veias e capilares danificados das pernas permitem o extravasamento das hemácias (glóbulos vermelhos) que, ao sofrerem destruição, liberam seus pigmentos vermelhos que acabam por se depositar na pele. – Cirurgia a Laser para varizes: usada também em pequenas varizes e teleangiectasias, consiste na destruição destes pequenos vasos através da aplicação de Laser. Quando as varizes são muito pequenas, este procedimento pode ser feito até ambulatorialmente. O problema é que se for usado por muito tempo ele pode ocasionar as varizes, que além de comprometerem a saúde também podem prejudicar a estética das pernas. Isto danifica os vasos sanguíneos mais pequenos, bem como o tecido circundante e causa: Se reparar em algum sintoma que indique complicações das varizes, procure aconselhamento médico. As veias varicosas, também conhecidas como varizes, são veias inchadas com tons azuis e roxos que surgem nas pernas.

Tratamento para vasinhos (pequenas varizes) nas pernas

  • Pequenos ganchos são inseridos na pele através de incisões. Em seguida, a veia é puxada pelas incisões.
  • O tratamento deve utilizar apenas anestesia local nas pernas.

Essas veias se desenvolvem quando suas pequenas válvulas internas param de funcionar corretamente e o fluxo sanguíneo se acumula.

[1] Método 1 1 Manter as pernas na mesma posição por muito tempo reduz a circulação delas e pode acumular sangue nas veias. Método 2 1 Existem alguns modelos de meias que exercem pressão terapêutica nas veias das pernas, diminuindo a dor e mantendo as varizes sob controle temporário. 5 Nos procedimentos, as varizes são amarradas e removidas da perna através de pequenas incisões. Segundo o ginecologista José Bento, alterações hormonais também podem aumentar o risco de varizes e inchaço nas pernas e, por isso, esses problemas são mais comuns nas mulheres. Existem, com efeito, factores hereditários que contribuem para uma certa propensão tendente ao aparecimento de inchaço dos músculos inferiores, de que resultarão, mais tarde ou mais cedo, pequenas varizes. por FRANCIS MULOT Fique com belas pernas | Imagem: Reprodução Varizes são pequenas veias que depois de dilatadas se deformam e deixam marcas e calosidades nas pernas. Entretanto, a grande maioria dos vasinhos deságua em uma veia maior que também está insuficiente (doente) – veja a foto que mostra as microvarizes conectadas aos vasinhos da coxa. Durante o tratamento para varizes pélvicas, o paciente deve ter alguns cuidados como: Estes cuidados ajudam na compressão das veias e no retorno do sangue para o coração. São as veias dilatadas, arroxeadas ou azuladas que aparecem nas pernas e nas coxas.

Dores nas pernas ao acordar. Pode ser Sintoma de varizes?

  • Infecção das veias;
  • Hemorragia;
  • Hematoma nas pernas;
  • Dor nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna.

As veias contam com a ajuda de umas válvulas que impedem que o sangue que sobe para o coração torne a descer.

As veias varicosas são sempre um sintoma de um distúrbio de insuficiência venosa subjacente. Habitualmente, as TVP’s ocorrem na pélvis, coxas ou gémeos, mas também podem ocorrer, embora menos frequentemente, em veias de outras regiões anatómicas. Quando a pessoa possui muitas varizes, ainda que sejam pequenas, ou apenas 1 ou 2 varizes largas e compridas, pode apresentar dor na batata da perna de forma frequente. Na parede interna das veias existem válvulas cuja função é evitar o refluxo do sangue, durante este retorno venoso. A cirurgia laser é indicada para tratar vasinhos ou varizes pequenas, e é feita com a luz de um laser aplicada diretamente sobre o vaso da variz. Como resultado, a circulação sanguínea volta às veias e se acumula nos tecidos nas pernas, causando dor, inchaço (edema), peso, cansaço, vasos com aspecto de teias de aranha e varizes. Já as varizes são veias superficiais dilatadas e tortuosas, de cor roxo-azulada ou esverdeada, que surgem ao longo das pernas e dos pés e podem causar dor e inchaço. As veias que mais causam problemas são as safenas (temos duas em cada perna), mas as varizes podem ocorrer em outras veias superficiais. O sangue desce pelas artérias e sobe pelas veias.

Com isso, o bombeamento do sangue se torna mais difícil e o sangue tende a se acumular nas veias das pernas, provocando as varizes.

A pessoa portadora de varizes pélvicas poderá também apresentar varizes cuja causa não se encontra nas pernas, mas sim nas veias insuficientes da pelve. Varizes em região perineal e interna de coxa. Gordura localizada: O tratamento pode ser feito através da lipoaspiração , onde qualquer parte da coxa pode ser lipoaspirada, sendo mais comum a lipoaspiração da parte interna e dos culotes. Essas varizes dos membros inferiores têm a característica de aparecerem em região de glúteos, parte interna da coxa próxima à genitália e podem se estender até o tornozelo. O tratamento cirúrgico das varizes pélvicas consiste em ligadura da veia ovariana ou da veia ilíaca interna por videolaparoscopia. O tratamento endovascular consiste no implante de pequenas molas (embolização com coil) para causar obstrução da veia ovariana ou veia ilíaca interna. Cateterização seletiva da veia ovariana esquerda Resultado após embolização com coil e espuma Atualizado em 13 Janeiro, 2018 As varizes nas pernas são um problema que corre pelas suas veias. Porém algumas podem aumentar de volume e possuir formas alongadas e tortuosas, essas veias são as chamadas varizes, também conhecida como veias varicosas. (Web Rádio Saúde/Agência Saúde) Varizes são veias dilatadas e deformadas, de coloração púrpuro-azulada, que surgem ao longo das pernas e podem causar dor e inchaço. As veias varicosas ou as varizes ocorrem quando as veias se dilatam e contêm muito sangue. O termo varicosidades refere-se a alteração estrutural das veias que se tornam: As veias varicosas ocorrem mais freqüentemente nas veias superficiais das pernas, mas também podem se formar nos braços. Se podem formar veias varicosas também: Além disso, o aumento no nível de estrogênio e progesterona pode causar: Além disso o volume de sangue no corpo aumenta durante a gravidez.