Receita Naturais: Cirurgia de varizes a laser e cirurgia da safena a laser. (Parte 2)

Posted on

Como vantagem em relação ao método convencional, a termoablação com laser ou radiofrequência, é muito menos dolorosa e possibilitam um pós-operatório mais confortável que a cirurgia convencional.

Esse método permite a possibilidade de tratamento com anestesia local e leve sedação em muitos casos, sem necessidade de internação ou anestesias mais complexas como a raqui, peridural ou geral. O laser e radiofrequência são métodos modernos e eficazes de tratamento, desde que sejam bem indicados e bem executados. Nos últimos anos, tem havido uma evolução muito marcada nas técnicas de tratamento de varizes, com predomínio para as técnicas endovasculares, nomeadamente a Radiofrequência e o Laser . Possui no seu arsenal terapêutico as mais avançadas técnicas endovasculares de tratamento de varizes, da radiofrequência ao laser, garantindo uma rápida recuperação, com o melhor resultado estético. Os ambulatórios de cirurgia vascular estão sobrecarregados e os hospitais que realizam este tipo de cirurgia mais ainda. O preço de uma depende muito do local onde você vai fazer, de como são as suas varizes e do profissional que irá realizar a cirurgia. Expus estes valores nesse instrumento de Se quiser saber mais sobre as opções de tratamento para varizes e como a cirurgia de varizes é realizada acesse os artigos: , , “ ” e “ “. A cirurgia laser é indicada para tratar vasinhos ou varizes pequenas, e é feita com a luz de um laser aplicada diretamente sobre o vaso da variz. Este tipo de cirurgia funciona de forma muito semelhante à cirurgia laser, pois utiliza calor dentro do vaso para fechar a variz.

Cirurgia de varizes a laser e cirurgia da safena a laser.

  • Preço: cerca de 1000 reais, podendo variar de acordo com o médico e clínica selecionados.

Nesta cirurgia, o médico faz pequenos cortes sobre as varizes e remove os vasos que estão provocando as varizes mais superficiais.

Esta operação também é conhecida como cirurgia tradicional e é utilizada no caso de varizes mais profundas ou grandes. O pós operatório da cirurgia de varizes depende do tipo de cirurgia e, por isso, deve ser sempre indicada pelo médico. A radiofreqüência, uma nova técnica para o tratamento de varizes, já é utilizada pela equipe de cirurgiões vasculares do HNSC. O método, intitulado ‘Ablação Térmica de Varizes por Radiofreqüência’, é menos agressivo e invasivo, se comparado à cirurgia tradicional, que necessita da retirada da veia safena. Ao contrário do que muita gente acredita, varizes não são apenas um problema estético, mas também de saúde, e exigem tratamento correto para evitar riscos. O tratamento adequado das varizes é um dos temas em debate no 30º Encontro de Angiologia e de Cirurgia Vascular do Rio de Janeiro, que termina hoje (19). O tratamento evoluiu para a utilização do laser, menos invasivo e sem agulhas. O tratamento para as veias de médio calibre inclui a radiofrequência ou o endolaser, em que um cateter especial é inserido na veia afetada. Se o tratamento não for feito de modo correto, pode trazer complicações, como úlceras venosas, ou feridas, e insuficiência venosa crônica, ou ainda queimaduras, no caso do laser.

  • Preço: dependendo da complexidade da cirurgia, o valor pode variar entre os 1000 e os 2500 reais.

Enquanto na cirurgia tradicional o médico retira as varizes, no laser e na radiofrequência as varizes são eliminadas com o calor, que “queima” a parede e obstrui a veia.

Os médicos dizem quais são os procedimentos mais comuns para tratamento de varizes: Cirurgia - as cirurgias de varizes estão cada vez menos agressivas. Laser endovenoso - consiste na introdução de cateter com laser dentro das varizes com a intenção de destruí-las pelo calor. A cirurgia através da radiofrequência é mais rápida e o tempo de recuperação é menor quando comparado com a cirurgia de varizes convencional. Além disso, utiliza-se um ultrassom Doppler intra-operatório que é essencial durante a cirurgia e através dele conseguimos visualizar o que está acontecendo e ter o controle do efeito da radiofrequência. O tratamento com radiofrequência é mais indicado em casos das veias doentes, tronculares e veias de maior calibre como a veia safena. O laser para tratamento das varizes é uma técnica moderna na qual não são necessários cortes. Através de um punção, a fibra de laser é introduzida na veia acometida e promove o fechamento da mesma através de uma forma de cauterização. Através de uma punção, a fibra de laser é introduzida na veia acometida e promove o fechamento da mesma através de uma forma de cauterização. Outras vantagens são: menor incidência de complicações, cirurgia mais rápida e excelente eficácia.

  • Infecção das veias;
  • Hemorragia;
  • Hematoma nas pernas;
  • Dor nas pernas;
  • Lesão dos nervos da perna.

Concomitantemente ao tratamento das veias insuficientes principais com o Laser/Radiofrequência, são retiradas as varizes com minúsculas incisões que não exigem pontos e que deixam mínima ou nenhuma cicatriz residual.

O objectivo é envolver completamente a veia, a ela restringindo o efeito de aquecimento, evitando assim afectar significativamente as estruturas cutâneas e nervosas adjacentes. A complicação mais séria, descrita em cerca de 1% dos procedimentos, é a ocorrência de trombose venosa profunda como resultado da extensão do trombo para a veia femoral. Deve contudo ter-se atenção a todos os detalhes nos casos de pernas magras, em que o trajecto da veia é mais superficial, aumentando o risco de queimadura. Podem ocorrer flebites com este método, tal como com qualquer outro tratamento de varizes em resultado da trombose de sangue residual entre os segmentos obliterados. As varizes são muito mais do que um problema estético, podendo condicionar, além de grande incómodo e prejuízo da qualidade de vida, complicações diversas. Assim, o seu tratamento está indicado e deve ser o mais precoce possível para garantir um melhor e mais definitivo resultado. O objectivo principal na cirurgia de varizes é tratar primeiro a causa das varizes, na maioria dos casos incompetência das veias safenas. Como é compreensível este método pode provocar equimose mais ou menos extensa ao longo do trajecto da veia removida. Deve contudo ter-se atenção a todos os detalhes nos casos de pernas magras, em que o trajeto da veia é mais superficial, aumentando o risco de queimadura.

Apesar dos avanços na aplicação do laser percutâneo, o tratamento clássico destas formas continua a ser indiscutivelmente a escleroterapia.

Muitas vezes, para um perfeito tratamento estético, a conjugação das duas técnicas – laser percutâneo e escleroterapia – leva a uma melhoria substancial dos resultados. Trata-se de uma técnica de consultório, barata, que permite o tratamento de varizes que, de outro modo, só teriam uma opção cirúrgica. Apesar destas novas técnicas, até ao momento não foi referido nenhum estudo que, de forma definitiva, afaste a técnica clássica do armentário do cirurgião no tratamento das varizes. O tratamento de varizes por radiofrequência têm cobertura de alguns planos de saúde e outras operadoras estão em negociação para também adotá-lo. A outra extremidade da fibra é então conectada a um aparelho de laser ou radiofrequência que vai liberar uma energia que vai queimar a veia . A eficácia deste tratamento é elevada, acompanhando-se de uma recuperação mais rápida e confortável para o doente. Pelo que mais importante que o tratamento das varizes será efectuar um correcto e profundo diagnóstico das varizes do paciente pelo Dermatologista. Se as varizes forem superficiais e não excederem uma largura de 2-3 mm eu sugiro a injecção de esclerosantes ou tratamento por via do laser. Consiste na destruição da veia varicosa através dos raios laser ou radiofrequência. Muitos pacientes podem retomar suas atividades normais mais rápidamente do que se tivesse sido submetido a cirurgia convencional.